Rimini Street, Inc

Novos artigos

Rimini Street amplia investimento no mercado latino-americano

08/14/2017

Seth Ravin, CEO e fundador da Rimini Street, concedeu entrevista para o TI Inside. Na publicação, o executivo anuncia a expansão das atividades da companhia na América Latina, novos investimentos na região e destaca os resultados financeiros referentes ao 2º trimestre de 2017.

Rimini busca chancela da Nasdaq para acelerar venda

08/09/2017

A entrevista com o CEO e fundador da Rimini Street Seth Ravin foi destaque no jornal Valor Econômico. Segundo Ravin, o processo para entrada na bolsa, prevista para novembro, trará ainda mais credibilidade para a empresa e, consequentemente, acelerará a conquista de novos contratos.

Rimini: cliente SAP não quer S/4

08/01/2017

Matéria publicada no Baguete revela os resultados da pesquisa mundial promovida pela Rimini Street e realizada com licenciados SAP. A maioria dos participantes (65%) não quer ou ainda está indecisa sobre migrar em algum momento para o SAP S/4HANA, última versão do software de gestão da multinacional alemã.

Pesquisa: usuários SAP pretendem continuar com versão já estabelecida

07/27/2017

O IT Fórum 365 aborda os resultados da mais recente pesquisa mundial da Rimini Street realizada com licenciados SAP para entender suas táticas de aplicações e planos futuros. Uma descoberta importante do relatório é que a estratégia da maioria dos usuários, escolhida por 89% dos entrevistados, é a de continuar com as suas atuais versões já estabelecidas de ERP da SAP.

Maioria dos usuários SAP quer manter versão em uso

07/27/2017

A pesquisa global da Rimini Street com usuários SAP repercutiu no site TI para Negócios. A publicação mostra que a estratégia da maioria dos usuários - 89% dos entrevistados - é continuar com as suas atuais versões já estabelecidas de ERP. Além disso, 65% dos participantes não têm planos ou ainda não estão pensando em migrar para o S/4HANA.

Usuários se negam a realizar upgrade para nova versão do SAP, diz pesquisa

07/26/2017

Matéria publicada no portal TI Inside revela os resultados da pesquisa mundial promovida pela Rimini Street e realizada com licenciados SAP. A opção da maioria dos entrevistados (89%) é continuar com as suas atuais versões já estabelecidas de ERP em vez de promover a atualização para o SAP S/4HANA.

Maioria dos usuários SAP pretende continuar com versão atual de ERP

07/26/2017

Publicação da Computerworld apresenta os destaques da pesquisa “Rimini Street Survey: 2017 SAP Applications Strategy Findings”. A maioria dos usuários de ERP da SAP pretende continuar com as versões de sistemas que já utilizam e os motivos apontados são a riqueza das funcionalidades oferecidas, o fato de atenderem às necessidades da empresa e o uso como alicerce de um modelo ideal de ambiente de TI híbrido.

Usuários SAP pretendem continuar com versão do sistema já estabelecida

07/26/2017

A matéria destaca que uma pesquisa global da Rimini Street apontou que mais de 50% dos entrevistados - CIOs, CTOs, VPs, Diretores e Gerentes de TI de uma ampla variedade de setores e empresas de diferentes tamanhos da América do Norte, Europa, América Latina e Ásia Pacífico - estimam custos entre US$ 10 milhões e US$ 100 milhões para reimplementar o SAP S/4HANA.

Petrópolis tem suporte SAP com Rimini

04/27/2017

O Baguete destaca o acordo da Rimini Street com o Grupo Petrópolis para a prestação de serviços de suporte aos sistemas de gestão empresarial SAP ECC 6.0, Business Objects e Business Warehouse utilizados pelo Grupo.

Grupo Petrópolis contrata suporte da Rimini Street

04/26/2017

A assinatura de contrato da Rimini Street com o Grupo Petrópolis é destaque no TI Inside. De acordo com Mohamed Nassif, CIO do Grupo Petrópolis, a mudança apresenta uma excelente alternativa, de alta qualidade, com rápido tempo de resposta e economia de custos.

Grupo Petrópolis economiza em manutenção e infra para investir em inovação

04/20/2017

Matéria publicada no CIO destaca a economia obtida pelo Grupo Petrópolis após a assinatura de contrato com a Rimini Street para manutenção e suporte ao seu sistema de gestão empresarial. O resultado imediato foi uma redução de 50% nos valores pagos mensalmente pelo serviço. Além do benefício financeiro, segundo o executivo do Grupo, houve ganhos de produtividade e melhoria do desempenho em diferentes áreas da organização.

3 estratégias para reduzir o custo de propriedade do banco de dados

04/10/2017

A opinião de Hari Candadai, Vice-presidente de marketing de produto da Rimini Street, é destaque no Portal VOIT. Na publicação, o executivo afirma que a maioria das companhias têm mais do que 10 tipos de bancos de dados, algumas com versões até desconhecidas pelos próprios CIOs.

3 estratégias para reduzir o custo de propriedade com bancos de dados

04/10/2017

Hari Candadai, Vice-presidente de marketing de produto da Rimini Street, apresenta em artigo publicado no portal Administradores estratégias para CIOs reduzirem seus custos com banco de dados. Também reforça que algumas empresas gastam milhões em atualizações muitas vezes desnecessárias.

O lado obscuro do suporte de banco de dados

04/06/2017

Artigo assinado pelo Vice-presidente de marketing de produto da Rimini Street Hari Candadai repercute no Mundo Digital. O executivo apresenta uma recente pesquisa mostrando que a maioria das companhias possuem mais de 10 tipos de bancos de dados, algo que pode dificultar o monitoramento e a manutenção.

O lado obscuro do suporte de banco de dados

04/06/2017

O artigo de Hari Candadai, Vice-presidente de marketing de produto da Rimini Street, teve destaque no IT Fórum 365. O executivo alerta que muitas organizações enfrentam grandes riscos negligenciando seus bancos de dados e orienta que mantenham seu legado, ganhando uma economia de custos e um suporte completo com provedores independentes.

Evento inédito da CIO terá pitch de startups para executivos de TI

03/17/2017

Matéria publicada na Computerworld destaca a primeira edição do CIO PERSPECTIVES INNOVATION, evento que conta com o patrocínio da Rimini Street e que aborda empreendedorismo corporativo e as mudanças nos papéis e cargos de TI nas empresas, provocadas pela aceleração da transformação digital.

O segredo do CIO disruptor

03/08/2017

O artigo de Sebastian Grady, Presidente da Rimini Street, teve destaque no TI Para Negócios. Ele ressalta que nunca houve momento melhor para ser um CIO. Com uma mentalidade digital e focada no cliente, as empresas estão confiando em seus executivos de tecnologia para que eles contribuam mais do que como um TI operacional.

Elas estão no comando

03/08/2017

No Dia Internacional da Mulher, Edenize Maron, gerente-geral da Rimini Street para o Brasil e a América Latina, é a executiva de maior destaque em reportagem do IT Forum 365 sobre mulheres na liderança de empresas de TI. Na matéria, executivas dão dicas sobre como chegar a uma posição de comando.

O segredo do disruptor: ação inovadora do CIO

03/02/2017

Opinião de Sebastian Grady, Presidente da Rimini Street, é destaque na imprensa brasileira. O executivo enfatiza que o CIO de sucesso de amanhã é um gerador de receita, um guru de engajamento de clientes e um líder de negócios. Os executivos de sucesso estão se tornando disruptores.

Rimini Street registra aumento de 53% em seu faturamento de 2016

02/09/2017

Matéria publicada no Executivos Financeiros destaca os resultados financeiros da Rimini Street relativos ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2016. O quarto trimestre de 2016 marcou o 44º período consecutivo de crescimento da empresa. Os resultados incluíram novos recordes de receitas, de assinaturas anualizadas e de receitas diferidas.

Rimini tem alta de 36% na receita

02/09/2017

Matéria publicada no Baguete destaca os resultados financeiros da Rimini Street relativos ao ano fiscal de 2016. A empresa conseguiu um aumento de 36% na receita para o ano fiscal de 2016, atingindo US$ 161 milhões. Em 2016, a empresa lançou o suporte para duas novas linhas de produto (banco de dados SAP Hana e Oracle ATG Web Commerce), expandindo o portfólio da empresa para 13 soluções.

Rimini Street registra receita anual de US$ 161 mi

02/09/2017

Matéria publicada na Decision Report destaca os resultados financeiros da Rimini Street relativos ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2016. No quarto semestre, a companhia registrou crescimento de 42% na receita alcançando US$ 47 milhões. A receita anual foi de US$ 161 milhões, alta de 36% em relação ao ano anterior.

Rimini Street fecha 2016 com aumento de 36% na receita

02/09/2017

Matéria publicada no Computerworld destaca os resultados financeiros da Rimini Street relativos ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2016. No ano, a receita aumentou 36%, para US$ 161 milhões, enquanto a receita diferida cresceu 53%, atingindo US$ 164 milhões. Além disso, o faturamento subiu 56%, para US$ 218 milhões.

Rimini Street anuncia Receita de US$ 161 milhões

02/08/2017

Matéria publicada no TI Bahia destaca os resultados financeiros da Rimini Street relativos ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2016. O quarto trimestre marcou o 44º período consecutivo de crescimento da empresa. Os resultados incluíram novos recordes de receitas, de assinaturas anualizadas e de receitas diferidas.

Integradora Rimini Steet anuncia receita de US$ 47 milhões em 2016

02/06/2017

Matéria publicada no TI Inside destaca os resultados financeiros da Rimini Street relativos ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2016. A companhia encerrou o trimestre em 31 de setembro de 2016 com 166 clientes, o que representa um aumento de 57% ano sobre ano.

Rimini tenta fisgar cliente de SAP e Oracle

01/06/2017

Reportagem especial do jornal Valor Econômico com entrevista realizada com Sebastian Grady, Presidente Mundial da Rimini Street. A empresa tem aproveitado a crise econômica para ampliar sua presença no Brasil. Segundo o jornal, a proposta da Rimini Street é especialmente atraente em um momento de corte de custos. A Rimini Street concorre diretamente com SAP e Oracle. Só no terceiro trimestre houve um crescimento de 200% no número de clientes em relação ao mesmo período de 2015. Já atende no Brasil mais de 40 empresas incluindo empresas como Atento, Embraer e GRSA.